builderall

A diferena entre psiclogo e psiquiatra est basicamente na formao destes profissionais. Enquanto a psicologia estuda predominantemente o funcionamento e o desenvolvimento psicolgico das pessoas como um todo, a psiquiatria tem como foco o estudo das doenas psiquitricas e das disfunes psicolgicas.


A psicologia direcionada para a analisar todos os aspectos que compem o indivduo em sua constituio (o biopsicossocial), enquanto a psiquiatria tem como objeto de estudo a deteco daquilo que est doente (geralmente biolgico) e buscar o tratamento mais adequado, comum a todas as reas da medicina.


Graas s novas descobertas sobre o crebro, e o crescente interesse da populao pelo assunto, falar hoje em dia de tratamento psicolgico e psiquitrico deixou de ser tratado como tabu e passou a fazer parte do cotidiano de muitas pessoas.


Na concepo moderna de sade mental, nenhum transtorno psquico puramente biolgico ou puramente psicossocial, pois ambos se inter-relacionam tanto na causa do sofrimento quanto nos efeitos deste.


At pouco tempo atrs, era comum atribuir o excesso de tristeza a um estado de humor passageiro, enquanto que hoje com a ampliao do conhecimento e a difuso nos meios de comunicao, tendemos a levar em considerao que aquilo pode ser uma doena e tambm precisa ser tratado, como o caso da depresso.


Por que as pessoas buscam psiclogo e psiquiatra?


O aumento da busca por tratamento com psiclogo e psiquiatra resultado principalmente da maior difuso dos assuntos relacionados sade mental, avanos cientficos e mudanas de paradigmas na relao sade-doena.


Cada vez mais notria a presena das ?doenas psquicas? no nosso cotidiano, e consequentemente, o aumento de pessoas que tem buscado ajuda especializada neste campo.


O que antes era tratado como ?falha de carter? ou ?fraqueza?, hoje j visto por uma boa parte das pessoas como algo que pode ser tratado. Os avanos nos proporcionaram termos um maior controle sobre nossas vidas e consequentemente nossas emoes.


O que psicologia?


A psicologia uma cincia com ?muitas cincias?. No existe uma verdade psicolgica, mas sim formas de ver as problemticas que acometem as pessoas. Na formao de um psiclogo, esto presentes matrias como sociologia, filosofia, psicologia do desenvolvimento, neurocincias, testagens psicolgicas, etc.


Leia tambm "Psicologia Aplicada: o que ?"


Sua formao direcionada para o cultivo de uma viso de todo no desenvolvimento humano, focando em todos os aspectos que esto relacionados ao desenvolvimento emocional e cognitivo do sujeito (tanto o saudvel quanto o patolgico).


O psiclogo aprende em todo seu percurso, a ter uma viso biopsicossocial do sujeito, ou seja, a juno dos aspectos biolgicos (seu estado fsico, doenas clnicas, desenvolvimento biolgico), psicolgicos (suas emoes, temperamento, capacidades intelectuais) e sociais (sua famlia, comunidade em que est inserido, relaes amorosas e de afeto) que constituem a pessoa, a interao entre estes aspectos e o que pode estar bem adaptado ou no.


O que psiquiatria?


A psiquiatria moderna, em seu fundamento, um ramo da medicina que visa a preveno e o tratamento dos transtornos psquicos (transtornos psiquitricos por definio). A psiquiatria se baseia no estudo da psicopatologia e tem como objeto de estudo o indivduo e suas alteraes psquicas.


Por ser um ramo mdico, segue a viso de sade-doena e busca, em sua essncia, aquilo que desviante do normal ou esperado no contexto social e fase do desenvolvimento do indivduo.

Sua principal abordagem de tratamento chamada Psiquiatria Clnica, embasada no paradigma biolgico dos transtornos psiquitricos, tais como desregulaes de neurotransmissores e molculas associadas ao funcionamento cerebral. Neste paradigma, esto disponveis diversos tratamentos, sendo que o uso de medicamentos psiquitricos (psicofrmacos) o mais comumente indicado.

Os medicamentos psiquitricos avanaram muito nas ltimas dcadas, principalmente no campo de efetividade e reduo de efeitos colaterais. At a dcada de 1990, um tratamento medicamentoso para a depresso por exemplo, poderia ser muito desagradvel devido aos efeitos colaterais da medicao disponvel na poca, enquanto que atualmente a maioria dos medicamentos disponveis para esse transtorno apresentam uma boa tolerabilidade em relao a estes efeitos indesejados.


Como uma consulta com psiclogo e psiquiatra?


O psiclogo, ao receber algum para a psicoterapia independente da linha terica, buscar compreender quais as motivaes da pessoa para o tratamento, podendo ser desde uma situao de indeciso numa relao conjugal at o excesso de cobrana no emprego.


Sua anlise ser pautada pela explorao dos aspectos biopsicossociais que podem estar atuando no sofrimento do indivduo naquele momento e de que forma tais aspectos podem ser modificados a partir da psicoterapia.


neste momento que a psicoterapia pode se demonstrar limitada, principalmente se o componente bio (biolgico) de sua anlise estiver exercendo um papel muito relevante e que acabe inviabilizando a mudana dos outros aspectos (psicossociais). Neste caso, o psiquiatra clnico poderia ser uma boa opo por dispor de uma abordagem biolgica, como o uso de medicamentos.


J o psiquiatra clnico ao receber uma pessoa para uma consulta, ir observar elementos no discurso e no comportamento do indivduo sinais que denotem alguma alterao psquica. Sua anlise tender a ser pautada pelas alteraes psquicas decorrentes da sua queixa (indeciso na relao conjugal ou excesso de cobrana no trabalho) que podem ser dificuldades de sono, sensao de ansiedade, pensamento confuso, etc.


Caso seu diagnstico seja depresso, por exemplo, e a sintomatologia justificar o uso de medicamentos, ele poder prescrev-los, assim como indicar a psicoterapia justamente para tratar os aspectos psicossociais que podem estar sendo tanto a causa como consequncia dos sintomas depressivos.